domingo, 28 de outubro de 2012

Alfabetização na Educação Infantil

                          Lile concentradissima  na atividade de recorte e colagem do seu chapéu.
                                      Com alegria os meninos mostram o resultado do trabalho.
                                              Olha como ficou o chapéu do nosso pequeno
                                                           Brincando com as letras
                                           Registro de uma das educandas de toda a atividade.

Alfabetizar ou não na educação infantil? 
Muitas vezes o educador se vê as voltas com esta pergunta e em algumas situações pressionados pela escola ou pela ansiedade dos pais, fica sem saber o que fazer: Alfabetizo ou não? Como?
 A alfabetização se dá nesta fase de uma forma natural, a criança vive em um mundo letrado, mesmo as crianças mais carentes tem acesso a diversas formas de escrita, por exemplo: na televisão, nos rótulos de doces, refrigerantes, nas placas da cidade e outros. O ambiente escolar é rico de materiais que instigam a curiosidade, a aprendizagem; são elas: as brincadeiras, os jogos, o desenho, a colagem, o recorte, os livros infantis, a contação de histórias. Sem forçar, o nosso papel é apenas possibilitar a aprendizagem e a criança vai naturalmente entrando no mundo das letras.
Todo o trabalho realizado junto as criança é alfabetizador, pois esta sempre convidando de uma forma lúdica a aprendizagem de diversas formas, principalmente a leitura de mundo. Pois decifrar códigos é facil, mas compreender tudo o que envolve o ser humano nas suas relações é mais trabalhoso. Nossas crianças precisam brincar, movimentar-se, experimentar, tocar, ter infância, ser respeitada, educada e aceita como ela é, esta deve ser a nossa maior preocupação.  
Não é preciso ter pressa, tudo tem o tempo certo,  "A natureza não dá saltos". A ansiedade em alfabetizar antes do momento da criança tem causado sofrimento e falhas no momento da alfabetização.
Na Ed.Infantil o papel do pedagogo é propiciar um ambiente tranquilo, seguro, afetivo para que a criança sinta-se acolhida  e enriqucer estes momentos com atividades que envolvam a criança na construção do sua própria aprendizagem, respeitando a fase do seu desenvolvimento. Trabalhando desta forma estaremos com certeza alfabetizando em um espaço onde a leitura ultrapassa o papel e as paredes da sala de aula.
As fotos acima mostram um dos  trabalhos realizados para conhecer as letrinhas. Neste dia trabalhamos com a palavra: Chapéu.  As crianças brincaram com as letras, buscaram reconhecer a letrinha dos seus nomes, depois fizeram um trabalho de recorte e colagem no chapéu de jornal, trabalhamos também a forma geométrica, brincamos e finalmente registraram através do desenho toda as atividades realizada naquela tarde.

domingo, 21 de outubro de 2012

Exclusão e Bullying

Desde a educação infantil é possivel perceber situações em que crianças são discriminadas pela sua condição social, pela forma fisica, pela raça e pelas dificuldades de aprendizagens. Não há como ingnorar que isso ocorra com nossos pequenos, pois infelizmente devido a vários fatores isto vem acontecendo e há muito tempo, antes mesmo  das palavras Exclusão e Bullying estarem em destaque.
Nós educadores temos mais um desafio neste laboratório de aprendizagem que é a sala de aula, porém é necessário da nossa parte estarmos atentos e desenvolvermos um olhar a estas questões e a sensibilidade de saber como intervir de forma que todos cresçam. Uma maneira maravilhosa, instrumento precioso que temos em mãos são as HISTÓRIAS, que levam a mensagem de uma forma lúdica, descontraida, alegre e emocionante, direto aos sentimentos das crianças e é visivel a mudança que com o tempo vai ocorrendo nas relações das mesmas e a certeza de que se refletirá na sua vida adulta.
O livro Você é Especial de Max Lucado é ótimo  para se trabalhar com as crianças de todas as idades e também para o educador repensar nas gratificações. Fica como sugestão contar esta história para as crianças. Podemos utilizar fantoches, ou contar usando adesivos de estrelinhas e bolinhas ou simplesmente contar, com certeza dará para fazer um belo Projeto sobre O Respeito as Diferenças.
O livro pode ser baixado no  Google ou no You Tube.

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Ser criança


                                                  Uma tarde brincando com tinta caseira
                                                          Brincando no parquinho
                                     
Na infância tudo se torna muito simples, alegre, a vida tem  um colorido diferente e uma magia em cada gesto e em cada brincadeira.
"A criança tem sempre uma inesgotável curiosidade de tudo e mantém invariavelmente olhos e ouvidos abertos para novas aprendizagens." (Souza, Dalva. O Caminhos do Amor)
Fico encantada com a forma que a criança reage diante de um conto, de uma brincadeira e a facilidade para elogiar, abraçar e acima de tudo perdoar. Não me canso de observar o olhar de minhas crianças: doce, puro, ingênuo, um olhar de confiança, de ternura, assim como de um momento para o outro muda transbordando o que estão sentindo: alegria ou tristeza.
A criança esta em uma fase de grande sensibilidade e onde é muito suscetivel a tudo que a rodeia, por isso temos que observar a educação que elas estão recebendo, sem deixarmos de lembrar que a educação ocorre em todos os lugares em que a criança se encontra: família, comunidade e escola.
Precisamos ter o cuidado para que esta fase, que é a base de todo o desenvolvimento humano, possa ser vivenciada de forma sadia, pois infâncias estão sendo encurtadas através de diversos fatores e uma delas é a mídia que tem lançado um modelo de mini adulto: pelas roupas inadequadas, maquiagens, calçados de salto para as meninas e determinados brinquedos que estão longe de desenvolver a criatividade, mantendo a criança como um mero espectador. Valem-se de programas, de comerciais que provocam na criança o desejo de ter, passando a serem grandes consumistas através dos pais, tirando o verdadeiro sentido da infância: ser criança. Pais e educadores precisam estar atentos para que nossas crianças possam ter uma verdadeira infâcia, precisamos apenas ter tempo, amor e olhos para ver.

                                  "De novo a estrela brilhará, mostrando
                                   o perdido caminho da perdida inocência.
                                   E eu irei pequenino, irei luminoso
                                   Conversando anjos que ninguém conversa."
                                                                            (Carlos Drummond de Andrade)
 

terça-feira, 2 de outubro de 2012

É Primavera, estação de muitas cores.

                                     Trabalho feito com massa de modelar sobre o Filme Lorax
                                                               Aqui estão as trúfulas
A estação das flores, das borboletas de muitas cores esta chegando e aproveitamos da mesma  para trabalharmos com as crianças as questões relacionadas ao nosso meio ambiente.
Para este projeto iniciamos com a história: Bom dia todas as cores e no dia seguinte assistimos ao Filme Lorax, Em Busca da Trúfula Perdida,( sugestão para as escolas desde  a ed.infantil) o qual esta sendo base para o Projeto da Primavera.
Este filme é ótimo para provocar uma discussão sobre a situação do meio ambiente com nossas crianças pequenas e da ambição desmedida do homem. Colabora da mesma forma para o desenvolvimento das capacidades cognitivas, afetivas e psicomotores, pois várias atividades podem ser realizadas, envolvendo todas as capacidades que estão já em desenvolvimento e as que estão em estado latente.
Tenho percebido como é natural para a criança a compreenção do quanto é importante cuidarmos do meio em que vivemos, pois já é algo presente no seu contexto educacional, o que torna mais prazeroso e compreensivo este trabalho. Não há necessidade de muita fala do educador, apenas abrir espaço para a discussão e noto que eles já tem consciência do muito que podem fazer, basta apenas a colaboração dos adultos.
Aproveitaremos este projeto para nos utilizarmos de diversos materiais recicláveis colaborando assim com a redução de lixo..
video
                                          Trailer do Filme Lorax Em Busca da Trúfula Perdida